Grupos de Trabalho

Cinema e cultura

Coords.: Adriana Dantas Nogueira e Carlos Eduardo Japiassu

Pensar o Cinema em seus diálogos com os diversos âmbitos da cultura. Refletir sobre a relação entre Cinema e outras artes.


Cinema e educação

Coords.: Maria Beatriz Colucci e Fábio Zoboli

Seja como apoio no conteúdo formal da escola, como meio de fruição artística ou de experiência direta de produção audiovisual, o cinema tem mantido um diálogo cada vez mais profícuo com a educação. Este GT abre espaço para as mais diversas incursões de pesquisa dedicadas ao diálogo entre o cinema e a escola. Trata-se, pois, de uma educação ou reeducação do olhar operada pela imagem em movimento, presente em grupos sociais diversos dispostos a ampliar horizontes estéticos, históricos e existenciais.


Cinema e tecnologia

Coords.: Tatiana Guenaga Aneas e Mário César Pereira Oliveira

Cinema e tecnologias do audiovisual. Cinema enquanto mídia, nos aspectos sociais, culturais e econômicos. Relações entre o cinema e suas tecnologias no que diz respeito à produção, ao produto, à circulação e à recepção. Materialidade e prescrições técnicas nas diferentes fases do desenvolvimento tecnológico do audiovisual. Cultura participativa, transmídia, narrativas audiovisuais no ciberespaço.


Cinema e história

Coords.: Luiz Gustavo Pereira de Souza Correia e Hamilcar Silveira Dantas Junior

O Cinema tem uma relação visceral com a História, principalmente no que tange às suas representações e possibilidades de exposição e análise de fatos históricos. Esse Grupo de Trabalho, admitindo que Cinema é História por nos conduzir a vivências singulares nas tramas do real, busca debater produções acadêmicas que tematizem o Cinema como agente histórico, como fonte histórica e representação histórica. De igual modo, possibilita estudos que reflitam sobre películas que exponham acontecimentos históricos, que se situem em determinada ambiência histórica, além de temáticas biográficas.


Cinema e gênero

Coords.: Claudiene Santos e Marcos Ribeiro de Melo

O cinema como arte/ideia/criação produz possibilidades de (re)pensarmos a vida.  Deste modo, o cinema não é somente um elemento contemporâneo de significativo peso sobre o gendramento dos corpos e de pedagogização das sexualidades, mas também de suas reinvenções. A partir desta perspectiva, este GT receberá propostas que discutam como alguns tipos de narrativas fílmicas e contextos de produção/autoria cinematográficos têm forjado novas dizibilidades e visibilidades sobre os gêneros e as sexualidades, questionando hegemonias discursivas e estéticas, a partir da interseção com marcadores sociais como: classe, raça/etnia, identificação sexual e geração.